SEMAGRI emite esclarecimento as acusações de abandono da secretaria feitas por Pagani

Em nota de esclarecimento, secretaria informa," é falso que a Semagri esteja sendo saqueada"

1612

Na última sessão ordinária da Câmara de Vereadores realizada nesta quinta-feira (14), o vereador Dhonatan Pagani (PSDB) voltou a tecer críticas a administração da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri), o parlamentar relatou que o “abandono” da secretaria deixou de ser figurado, pois o mesmo se deparou com a porta da secretaria aberta sem ninguém no local na última segunda-feira (11). Segundo Pagani, no pátio havia motos com chave na ignição, caminhões e maquinas correndo o risco de serem furtadas. O vereador ainda disse ter ido ao gabinete do prefeito Eduardo Japonês (PV) para entregar a chave em mãos, “se você não tem quem cuide da sua secretaria, aqui está sua chave”, disse ao prefeito (LEIA AQUI).

Diante de tais declarações, a secretaria que está sendo alvo de suspeitas levantas por Pagani de irregularidades na administração da pasta, enviou uma nota de esclarecimento  ao VILHENA NOTÍCIAS nesta sexta-feira (15).

LEIA:

A Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri) tem três vigias contratados que fazem a segurança do prédio, normalmente. Nenhum item foi furtado da Semagri até o momento na gestão atual da pasta.

Na última segunda-feira, 11 de outubro, ponto facultativo, as equipes de campo estavam no local até 7h30, quando saíram para trabalhos na zona rural. O secretário municipal de Agricultura, Marcelo “Boca”, também esteve no espaço até por volta das 9h. Logo após isso, foi informado a “Boca” que não havia vigia no local, que entrou em contato com um dos vigias para que cobrisse a escala, o que aconteceu a partir de aproximadamente 13h.

Portanto, embora tenha havido pouco mais de três horas de escala de vigias descoberta excepcionalmente nesta segunda-feira, o movimento de máquinas e homens no local foi constante durante todo o dia, com a chegada e partida de servidores que trabalharam na zona rural.

Quanto aos pneus que estão no local, são de descarte contendo rasgos ou defeitos irrecuperáveis. As motos no local não são da Prefeitura, mas sim de propriedade particular dos servidores.

É falso que a Semagri esteja sendo “saqueada”, visto que nenhum caso de furto foi registrado na gestão atual da secretaria. O caso de furto de baterias citado foi registrado na Secretaria Municipal de Obras, no início deste ano. O local é murado, tem portões e sistema de vigilância eletrônica. O então secretário Carlos Schramm “Kalu” acionou na época a Polícia Civil que, através das imagens do sistema de monitoramento da secretaria registrou a ação de uma pessoa que entrou na secretaria e furtou baterias de dentro dos veículos, retirando-as manualmente. As autoridades informaram que a investigação está em fase conclusiva com boas chances de responsabilização do invasor.

A Semagri informa também que toda a frota de veículos da secretaria tem monitoramento em tempo real por sistema de GPS com acesso remoto. “Boca” revela ainda que, conforme já foi anunciado, a permanência da Semagri no atual espaço é temporária, visto que o novo espaço destinado à Secretaria Municipal de Obras, nos antigos barracões da Conab, poderá abrigar também a Semagri, em breve.

Assim, a questão de dar abrigo aos veículos não está sendo ignorada, pelo contrário, envolveu diversas reuniões e articulações em Brasília através de viagens do prefeito Eduardo Japonês e do deputado estadual Luizinho Goebel, para conquista do espaço da Conab, sem custo para a Prefeitura, solucionando de vez a necessidade de espaço físico para a frota de maquinários do Município. Alguns ajustes ainda são necessários na estrutura antiga até que toda a mudança seja feita para o novo local, que já conta com vigia contratado.