5195

Em resposta ao Vilhena Notícias, Renner se defende após vídeo que mostraria fraude em descontos virilizar

O Procon notificou a empresa. A loja tem 10 dias para apresentar defesa.

Na quarta-feira (27), uma funcionária de uma das unidades da Loja Renner em Criciúma, Santa Catarina, foi filmada por um consumidor colocando etiqueta promocional com o mesmo preço original em peças de roupas. O caso repercutiu em portais de notícias do país.

Após o Vilhena Notícias falar sobre o caso, nesta quinta-feira à tarde, a assessoria de comunicação da Renner entrou em contato com o site e por meio de nota justificou o procedimento da vendedora.

“A Lojas Renner esclarece que a etiqueta amarela sinaliza os produtos participantes da Black Friday, promoção que dá desconto de 20% nesses itens nas lojas físicas, no momento do pagamento.”

A Black Friday acontece nesta sexta-feira (29), e marca a 10ª edição da data de descontos no Brasil.

Publicidade


A consumidora que fez a filmagem encaminhou as imagens para o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) do município com a denúncia de possível fraude na Black Friday. O órgão emitiu um auto de infração por “propaganda enganosa de precificação”.

A loja tem 10 dias para apresentar defesa. Se ultrapassar o período, pode ser multada segundo o Procon.

Comentários