4928

Loja de eletrônicos é saqueada no Centro de Vilhena

Foto: Renato Spagnol

Moradores e comerciantes de Vilhena estão assustados com a quantidade de roubos e furtos registrados nos últimos meses na cidade. De quarta para esta quinta-feira, 12 de março, a Polícia Militar registrou três roubos e cinco furtos em diferentes bairros.

Um deles foi em uma loja de eletrônicos da avenida Barão do Rio Branco, no Centro. O comércio foi invadido durante a madrugada de quarta-feira, 11 de março. Quase 70 aparelhos eletrônicos foram furtados: computadores, alto falantes de som automotivo e celulares estão entre os itens que sumiram. Segundo o dono do comércio, os cadeados que trancavam a porta principal de acesso da loja foram abertos e desapareceram.

A polícia diz que a câmera de monitoramento de um comércio próximo registrou um veículo parado na frente da loja por volta de 1h30. As imagens poderão ajudar a identificar os autores do crime.

O caso foi registrado na Polícia Civil e será alvo de inquérito.

Publicidade


Bandidos não se intimidam

Um estudante da rede pública de ensino sofreu tentativa de assalto a menos de 3 minutos de distância da base operacional do Pelotão de Trânsito (PETRAN) da Polícia Militar. A tentativa de roubo ocorreu por volta de 6h da manhã dessa quinta-feira, 12 de março, na avenida Major Amarante, área central da cidade. A vítima reagiu e os suspeitos fugiram sem levar nada.

Com a quantidade de crimes os moradores pedem que a polícia tenha mais atenção e intensifique rondas para garantir segurança.

A Polícia

Polícia Militar afirma que realiza operações para coibir os crimes e aumentar a sensação de segurança pública. Na semana passada uma mulher de 23 anos foi presa. Ana Rita Cardoso de Oliveira, de 23 anos, é suspeita de integrar uma gangue de ladrões que praticava assaltos e furtos em série na cidade. Entre os crimes atribuídos a ela está uma tentativa de latrocínio.

Comentários