“Se tiver que desligar o respirador de alguém, que seja do prefeito”, dispara ativista político

O prefeito Eduardo Japonês foi internado na manhã desta segunda-feira, 22, na enfermaria da Central de Atendimento à Covid-19 com dificuldade respiratória

27408
Eduardo Japonês, prefeito de Vilhena, RO. — Foto: Prefeitura de Vilhena/Divulgação

O prefeito de Vilhena, Eduardo Japonês, foi mais uma vez alvo de comentários ásperos nas redes sociais. O chefe de Executivo foi internado na manhã desta segunda-feira, 22 de junho, na enfermaria da Central de Atendimento à Covid-19 com dificuldade respiratória. Ele estava em isolamento domiciliar desde o início da semana passada, com suspeita de ter contraído o novo coronavírus e desde ontem percebeu piora nos sintomas, passando a ter necessidade de usar apoio respiratório com oxigênio ainda em casa e também agora, na internação.

Ao ser noticiado o caso, o corretor de seguros e ativista político José Osmani escreveu em uma rede social: “já manda comprar mais uns 10 aparelhos, porque se tiver que desligar alguém o correto é desligar o prefeito, pois é o responsável em manter uma quantidade acima da média necessária de aparelhos”. Na mesma postagem ele insinua que respiradores artificiais não devem ser usados por vereadores, caso algum precise do aparelho para sobreviver.

Comentário pode ser visto no link: https://www.vilhenanoticias.com.br/destaques/estado-agravado-prefeito-confirma-clinicamente-positivo-para-covid-19-e-com-baixa-oxigenacao-e-internado/

Com um sentimento de repugnância em relação aos políticos locais, José Osmani já se declarou pré-candidato à Prefeitura de Vilhena, no entanto, segundo fontes do Vilhena Notícias, sua intenção naufragou por falta de apoio. Ele chegou a participar de reuniões do Partido Novo, mas seu nome para o cargo maioritário municipal não teve consenso.

No mesmo post, dezenas de pessoas prestaram votos de melhoras ao prefeito vilhenense.

Publicidade


Manifestação de ódio nas redes

No dia 16 de junho uma internauta se envolveu em uma polêmica nas redes sociais ao fazer uma postagem manifestando o desejo pela morte do prefeito de Vilhena, Eduardo Japonês. O ataque ao prefeito foi disparado quando se tornou público que o chefe do Executivo Municipal foi colocado em isolamento domiciliar, por recomendação médica, após o político apresentar síndrome gripal e por suspeita de ter contraído o novo coronavírus.

Em entrevista ao site, a internauta disse que a conta dela na rede social Facebook foi hackeada e a postagem não foi feita por ela.

Veja mais
“Tive conta hackeada”, diz dona de perfil que manifestou desejo pela morte do prefeito

Comentários