2768

Governo quer cortar 25% de salário de servidores até 2024 para compensar gastos com coronavírus

Segundo prevê a PEC, quem ganha até 3 mínimos seria poupado do corte

Ministro Paulo Guedes e presidente Jair Bolsonaro. (Foto: PR/Marcos Corrêa)

O jornal O Globo divulgou em primeira mão uma medida drástica do governo federal em relação aos servidores públicos federais. Uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que vem sendo trabalhada prevê a redução em 25% dos salários e da jornada de trabalho dos servidores públicos federais de todos os Poderes. O dinheiro, segundo o governo, seria destinado às ações de combate ao coronavírus.

Se a PEC elaborada pela equipe econômica do governo para ser enviada ao Congresso for aprovada, ela passará a valer imediatamente e a redução dos salários ficará vigente até o fim de 2024. Segundo prevê a PEC, quem ganha até 3 mínimos (hoje, o equivalente a R$ 3.135) seria poupado do corte.

Estados e Municípios ficariam de fora da proposta. No entanto, parlamentares e juízes podem entrar no corte de contracheques.  Também não valeria para estados e municípios. Mas parlamentares e juízes poderiam entrar no corte de contracheques. Veja o que está previsto no texto do projeto ao qual O GLOBO teve acesso lendo aqui a reportagem exclusiva para assinantes do jornal.

Comentários