Médico alergista explica cuidados de saúde com tempo seco

2311

Em Vilhena, neste período do ano, diversas pessoas estão apresentando problemas respiratórios, com isso, o médico alergista, Brasilio Perezi Filho, explica cuidados para evitar e minimizar estes casos.

De acordo com o profissional, o clima seco, baixa umidade do ar, frio e vento são propícios para doenças respiratórias, onde os alérgicos, idosos e crianças são os que mais sofrem.

Nesse contexto, o alergista recomenda que a higienização da casa seja realizada apenas com água, álcool ou vinagre branco, pois produtos como Veja, Ajax, Pinho Sol, Água sanitária, agravam o processo de complicações respiratórias.

Além disso, embasado em estudos científicos, o médico explica que o uso do Vick, Vaporub pode ser prejudicial à saúde. Os produtos que costumadamente são passados no peito e até mesmo perto do nariz, em casos de resfriados e gripes, podem provocar à inflamação das vias aéreas e dificultar o movimento dos cílios da mucosa no nariz, que ajuda na eliminação das secreções.

Sobre a limpeza do quarto, ele adverte acerca dos cuidados de colchões, que devem ser envolvidos numa capa de algodão, com zíper. As roupas de cama devem ser trocadas três vezes na semana, para assim evitar o aparecimento de ácaros, que se instala em locais úmidos, se alimentam de material orgânico e provocam séria coceira no nariz.

Os alérgicos devem evitar o uso de ventiladores, visto que movimentam os materiais que provocam alergia. No caso de ar condicionado, eles devem receber manutenção a cada 6 meses e limpeza interna a cada 15 dias.

Porém, o ar condicionado esfria e desidrata o ambiente. Com isso, o alergista indica que a porta do quarto deve ficar entreaberta, para o ar ser renovado e com a temperatura do aparelho marcando 21 graus. Além disso, o ar condicionado deve ser ligado no momento em que a pessoa estiver no quarto, pois ao contrário, o choque térmico pode ser nocivo a saúde, contribuindo para doenças.

Ademais, as pessoas devem evitar automedicação e caso já esteja usando remédios para doenças respiratórias, devem se preocupar também com a limpeza do ambiente, que podem complicar ainda mais a enfermidade.