Polícia prende Bi-trem tanque com mais de 300Kg de maconha em pátio de posto em Vilhena

152

Na noite desta terça-feira, três de julho, por volta das 22h00, a Polícia Civil prendeu um caminhoneiro que transportava mais de 300 quilos de maconha.

O caminhoneiro Nivaldo Teschi, 32 anos, morador da cidade de Ouro preto do Oeste, foi preso em flagrante, transportando mais de trezentos quilos de maconha e um aparelho conhecido por “chupa-cabra”, que ele usaria para furtar combustível do tanque da carreta.

A droga estava acondicionada em tabletes envoltos a fitas adesivas e em caixas de papelão, dentro da cabine da carreta Bi-trem Volkswagen com placas de Vilhena. O caminhão pertence a uma transportadora de combustível na cidade de Vilhena.

Nivaldo contou ao VILHENA NOTÍCIAS, que ele estava estacionado em um posto de combustível na cidade de Campo Grande – MS, esperando para carregar álcool e tinha como destino a cidade de Porto Velho.

Quando chegou um homem que ele diz nunca ter visto e perguntou em que lugar de Rondônia ele ia transportar o combustível. Nivaldo respondeu que era para Porto Velho.

Então o homem falou para ele que tinha uma certa quantia de maconha para ser entregue em Porto Velho e lhe ofereceu R$ 10 mil pelo transporte. Mas, ele só receberia o valor combinado assim que entregasse o produto para uma pessoa que estaria a sua espera em um posto de combustível na cidade de Porto Velho.

Nivaldo disse que é casado, tem uma filha de dois anos e está passando por dificuldades financeiras e por isso aceitou a proposta para transportar a droga.Conforme a Polícia Civil Nivaldo não possui antecedentes criminais e chorando muito ele diz ter arrependido do que fez.

Contudo, a Polícia Civil de Ji-Paraná recebeu na manhã de terça-feira, três, uma informação anônima dizendo que um caminhão tanque com placas de Vilhena, entraria no estado com uma quantia significante de produtos entorpecentes.

Polícias da Sevic (Serviço de Investigação e Captura) da Polícia Civil de Jí-Parana liderados pelo delegado Dante Aranha, resolveram vir para Vilhena e fazer a apreensão no municipio. Com as informações do modelo da carreta e placas, encontraram o caminhão estacionado no pátio de um posto de combustível.

Abordado pelos policiais o motorista confessou que transportava caixas com maconha dentro da cabine da carreta. Com a confirmação que realmente se tratava de produtos entorpecentes, Nivaldo recebeu voz de prisão e foi levado para a Delegacia de Polícia Civil, onde foi flagranteado e ficou a disposição da justiça.