Em Vilhena, mulher é presa por suspeita de guardar três armas e quase 50 cartuchos em casa

2624
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Uma mulher de 32 anos foi presa suspeita de guardar três armas e quase 50 cartuchos para diferentes armamentos na casa em que mora, no Residencial União, em Vilhena, na tarde desta quarta-feira, 12 de fevereiro. No imóvel, agentes da Polícia Civil também apreenderam três coldres para revólver, além de carregadores de rifle, uma pistola de pressão calibre 4.5mm e materiais para recarga de cartuchos. A polícia acredita que o rifle apreendido era usado para caça e a mulher seria a “guardiã” do armamento. A operação de busca e apreensão foi autorizada pela Justiça.

A mulher é esposa de um indivíduo de 38 anos que foi detido pela Polícia Rodoviária Federal no dia 25 de janeiro deste ano, na zona rural de Vilhena, após ser flagrado com uma espingarda e um revólver calibre 38. O homem responde em liberdade o processo por porte ilegal de armas. A polícia chegou a manter contato com ele durante a batida na casa, mas ele não apareceu no endereço.

A mulher foi presa por posse de arma de fogo e levada para a delegacia de Polícia Civil. As armas foram apreendidas. Os dois revólveres encontrados na casa poderão ser periciados para saber se eles foram usados em assassinatos que estão sendo investigados.

Comentários