Venezuelanos são agredidos e expulsos para fora de loja no Centro de Vilhena; veja vídeo

24996

Duas pessoas de nacionalidade venezuelana foram agredidas e expulsas de uma loja que conserta aparelhos celulares na avenida Major Amarante, Centro de Vilhena, nesta quinta-feira, 21 de janeiro. Imagens filmadas de um celular por uma das vítimas circularam nas redes sociais – veja abaixo. A situação ocorreu na loja Direya Assistência Técnica.

O Vilhena Notícias apurou que uma jovem venezuelana, que seria menor de idade, foi até a loja retirar um celular que havia deixado para conserto. A estrangeira alega que o telefone não foi reparado e que foi tratado mal e agredida pelo pessoal da loja. Uns dos dono do comércio, de origem árabe, teria jogado o aparelho contra o chão da loja.

A garota deixou o local e voltou minutos depois com o pai, para tentar resolver o problema, no entanto, ele também teria sido agredido pelos donos da loja. As imagens mostram um homem perseguindo o pai da garota com um guarda-chuvas nas mãos. A Polícia Militar foi chamada ao local e conduziu os envolvidos até a Unidade de Segurança Pública (Unisp).

A reportagem ligou para os telefones da Direya Assistência Técnica, mas as chamadas não foram atendidas.