2210

PROF. RODRIGO ALVES: Para quem gosta de música antiga de verdade

Você sabe qual é o instrumento musical mais antigo que existe ou foi descoberto até hoje? A idade da melodia mais antiga que é possível tocar? A música completa mais antiga que já foi descoberta, com anotações sobre como ela deve ser executada? E a música mais antiga gravada no Brasil?

A nossa jornada musical começa pelo instrumento mais antigo já encontrado: é uma flauta feita pelo Homem de Neandertal, descoberta na caverna de Dijve Babe, na atual Eslovênia. A idade do instrumento é estimada em 43.000 anos, e antecede os primeiros instrumentos feitos pelo homem moderno.

A flauta foi feita a partir do fêmur esquerdo de um urso escolhido e a empunhadura é perfeitamente adaptada para alguém que seja destro. Apesar de ser pelo menos 10.000 anos mais antiga que a maioria das outras flautas encontradas no paleolítico produzidas pelo homo sapiens moderno, ela é significativamente mais capaz em termos de possibilidades sonoras.

Apesar de conhecermos instrumentos muito antigos, não sabemos como eram as músicas tocadas neles. A primeira melodia sobre a qual sabemos o suficiente para permitir sua reconstrução sonora, tem 4.000 anos, é um fragmento de uma notação musical numa tábua de argila suméria, um hino em honra ao governante Lipit-Ishtar, porém em relação a músicas antigas propriamente ditas, o exemplar mais antigo conhecido foi descoberto nos anos 50, na cidade de Ugarit atualmente Ras Shamra, no norte da Síria. A canção tem 3.400 anos e é conhecida como “Hino Hurrian nº 6”, e era uma ode à deusa Nikkal.

A música completa mais antiga encontrada até hoje e que pode ser tocada, é uma homenagem feita pelo grego Seikilos a sua esposa. Após a morte dela, Seikilos mandou colocar no túmulo uma lápide com a música entalhada e escreveu a seguinte mensagem:

Publicidade


No original: Εἰκὼν ἡ λίθος εἰμί. τίθησί με Σεικίλος ἔνθα μνήμης ἀθανάτου σῆμα πολυχρόνιον.

(eikṑn hē líthos eimí. títhēsí me Seikílos éntha mnḗmēs athanátou sêma polukhrónion).

Tradução: “Eu sou uma lápide, uma imagem. Seikilos me colocou aqui como um sinal duradouro da lembrança imortal”.

A música em si é um lamento pela morte da mulher amada, mas a melodia não é exatamente triste, e a letra traz uma mensagem sobre a importância de aproveitar a vida.

Em relação ao brasil, a música mais antiga gravada em disco foi composta por Xisto Bahia de Paula e gravada na voz de Manuel Pedro dos Santos – o Baiano.  A música era um lundu e tinha o título “Isto É Bom”.

A Casa Edison, que inicialmente era uma importadora e revendia cilindros fonográficos e discos, em 1902 decidiu produzir gravações em território nacional, tornando-se a primeira casa gravadora no Brasil e na américa do Sul.

Todas estas músicas tem uma sonoridade diferente daquela com a qual estamos acostumados, mesmo a brasileira, que é a mais recente. Clique aqui para saber mais e ouvir como elas são: Flauta de 43.00 anosMúsicas mais antigas do mundoMúsica mais antiga gravada no Brasil

* Rodrigo Alves Correia Doutor em Ciência Política pela UNESP FFC Câmpus de Marília, Professor da AVEC

 

Comentários