Peru reavalia critérios e mortes por covid sobem de 69 mil para 180 mil

Pandemia matou quase três vezes mais pessoas que o estimado no Peru

88

O Peru elevou, nesta segunda-feira (31), o balanço oficial de mortes pela pandemia de coronavírus de pouco mais de 69 mil para mais de 180 mil, por recomendação de um grupo técnico, anunciou a número dois do governo, Violeta Bermúdez.

Leia também: França abre vacinação contra covid-19 para todos acima de 18 anos

O número atualizado em 22 de maio é de 180.764 mortos pela pandemia, disse Bermúdez em coletiva de imprensa, depois de receber a recomendação do grupo técnico composto por especialistas peruanos e organizações internacionais. O balanço oficial anterior era de 69.342 mortos, até domingo.

Nova metodologia

O grupo propôs modificar os critérios para registrar óbitos pela pandemia, após determinar que “a metodologia atual apresenta duas limitações que geram uma subnotificação no número de falecidos por covid-19”.

A partir de agora, o balanço registrará como casos de “morte por covid-19” todos aqueles que cumpram sete critérios técnicos estabelecidos, entre eles os contágios confirmados, mas também um “caso provável” que “apresente nexo epidemiológico com um caso confirmado”.

Também será considerado um óbito pela pandemia “um caso suspeito de covid-19 que apresente quadro clínico compatível com a doença”, entre outros.

“Graças ao trabalho dessa equipe, vamos ter números que apesar de mais exaustivos, serão de grande utilidade para monitorar a pandemia e tomar as medidas adequadas para enfrentá-la”, disse Bermúdez.

O grupo técnico foi formado por especialistas de entidades públicas e privadas do Peru e da Organização Mundial de Saúde (OMS).

FONTE: R7