COVID-19: Procon realiza fiscalização surpresa em farmácias de Vilhena

Se constatada infração, o estabelecimento poderá ser multado ou até fechado.

5860

O Procon de Vilhena começou ontem, 25 de junho, a terceira fase da Operação Corona. Objetivo é apurar os preços praticados dos medicamentos Azitromicina, Hidroxicloroquina, Ivermectina, Vitamina C e Nitazoxanida.

Outro ponto verificado nas farmácias são as medidas de segurança previstas no decreto estadual e no decreto municipal.

No município de Vilhena, a ação será realizada durante dois dias. De acordo com o Agente Fiscal do Procon de Rondônia, Geovani Durans, nessa fase, o alvo são farmácias e drogarias e o objetivo é identificar preços abusivos em medicamentos e notificar quais estabelecimentos estão abusando dos preços durante a pandemia.

Nessa ação, duas equipes do órgão de defesa do consumidor percorrem 38 cidades do estado. Se constatada infração, o estabelecimento poderá ser multado ou até fechado.

Publicidade


O Procon Rondônia tem também a partir de agora disponível um canal online exclusivo para que a população possa registrar denúncias e reclamações. Acesse: www.procon.ro.gov.br

Comentários