Cardiologistas consagram união neste sábado em Vilhena

Amanhã, Gislaine e Daniel celebram casamento junto a familiares e amigos. Ela é de família tradicional em Vilhena e seus pais são os pioneiros Maristela Borghetti Michel e Gilberto Marin. Ele é neto e filho de portovelhenses, sua mãe é Vera Lúcia Ferreira Mugrabi e o pai é Epitácio Mugrabi Oliveira.

9596

Uma das tradições humanas mais antigas do mundo, vai ser realizada neste sábado (25), em Vilhena. Trata-se da união Civil e religiosa entre Gislaine Michel Marin e Daniel Ferreira Mugrabi. O enlace matrimonial é visto por muitos como uma história de amor e, como tal, deve ter começo, meio e fim. No caso do jovem casal, vai ser o diferente. A união vai começar e manter-se como um conto de fadas, mas a noiva afirma que esta história não vai ter fim, será eterna.

No convite de casamento, Gislaine e Daniel reforçam esse pensamento com a frase: Celebramos não apenas a união de duas pessoas que se amam, e, sim, o reencontro de duas almas que se amam desde a eternidade.

Gislaine diz que o romantismo está presente nas ações diárias dos noivos. Ela fala sobre o primeiro poema que Daniel escreveu para ela e que tornou o relacionamento tão especial desde o começo. Parte do texto diz que “…Vejo agora minha vida ser escrita em um livro com páginas em branco! O melhor de tudo é que não o escrevo sozinho! Tenho uma outra mão, pequenininha, meio atrapalhada com as palavras, mas amorosa e sincera! Às vezes escreve palavras duras que não quero (mas devo) ler, às vezes me recita doces versos! As vezes sou eu que seguro na mão dela e as vezes ela que segura a minha. Também escrevo no seu livro meu amor! E fico feliz de estar ao seu lado nos momentos importante da sua vida. Não esqueça nunca da pessoa incrível que você é! E, independente do que estiver escrito no final de cada capítulo, saiba que temos muito a escrever juntos! Te amo verdadeiramente e mais que tudo!”

Gislaine e Daniel sabem que no sábado não haverá uma cerimônia mágica que vai criar algo que já não exista. Eles já escolheram um ao outro como sua família desde que se conheceram, e  amanhã celebram algo que já começou e que vai continuar crescendo ao longo dos anos, pois o casamento é um processo, uma caminhada ousada rumo a um futuro desconhecido, que envolve abrir mão do que somos, separados, em prol de tudo o que o casal pode vir a ser, juntos.

“Nossa jornada começa oficialmente aqui, mas ela começou há muito tempo quando nossas famílias e amigos passaram a pertencer aos dois.  Aos meus pais, só tenho a agradecer pelo amor, dedicação e ensinamentos. Foi assim, com esse carinho, que pude me transformar como homem e viver com dignidade. Aos meus sogros, obrigado por me permitir partilhar da vida deste bem tão precioso que me enche de esperança e paz. A Gislaine me faz acreditar que a vida tem seus milagres e que na terra existem pessoas angelicais sem as quais nunca seremos completos. Você é um desses anjos, meu amor”, ressalta Daniel.

Além do amor, do companheirismo e da determinação para iniciar uma nova fase da vida, os noivos possuem outras habilidades que reforçam as possibilidades de sucesso dessa união.  Gislaine e Daniel são médicos especialistas em cardiologia clínica, sendo sub especialistas na área de atuação em hemodinâmica e cardiologia intervencionista.

 

Realização

Para consagrar o momento tão esperado pelos noivos, a festa oferecida aos convidados acontece no Espaço Palmeira Azul em parceria com profissionais renomados na arte de oferecer o que há de melhor em ocasiões especiais.  A empresa ELO Cerimonial, capitaneada por Simone e José Antonio Sant’Ana Lopes, é a responsável pela organização do evento. O buffet  fica sob a batuta do cheff Pedro Bagattoli enquanto a decoração conta com o toque requintado da Chic Festas- Olívia Bagattoli.

A equipe do Vilhena Notícias deseja felicidades aos noivos!