1050

Boi Gordo: frigoríficos e servidores são investigados por impedir fiscalização do ICMS em RO

Mandados de busca e apreensão são cumpridos em Ariquemes e Porto Velho.

O Ministério Público de Rondônia (MP-RO) deflagrou na manhã desta terça-feira (3) a Operação Boi Gordo, que visa combater uma estrutura criminosa formado por empresários e servidores públicos.

Segundo o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), o grupo atuava no estado para impedir fiscalizações de ICMS e, consequentemente, gerando sonegação de imposto ao governo.

Segundo as primeiras informações do Gaeco, o grupo de empresários de frigorifico teria pagado milhões de reais como forma de propina para impedir as fiscalizações de ICMS.

São investigados vários crimes contra a administração pública, como corrupção ativa e passiva, falsidades ideológica e documental contra o erário estadual.

Publicidade


A operação Boi Gordo tem o apoio da Polícia Civil. Segundo o MP-RO, estão sendo cumpridos medidas de busca e apreensão em Ariquemes (RO) e Porto Velho.

O promotor que investiga as fraudes deve falar com a imprensa às 10h (local) sobre a operação, na sede do MP em Porto Velho.

Fonte: G1/Rondônia

Comentários