Aplicativo é lançado em RO para fornecer previsão meteorológica em tempo real

'Previsão do Tempo na Amazônia' está disponível para iOS e Android de graça. Ferramenta ainda passará por aprimoramento, de acordo com uso.

460

Foi lançado na tarde desta terça feira (11) o aplicativo “Previsão do Tempo na Amazônia” durante uma conferência em Porto Velho. A reunião foi aberta a convidados de outros estados (por meio eletrônico), além de representantes do Exército Brasileiro e servidores do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), responsável pelo lançamento.

Segundo o Sipam, o objetivo do programa é oferecer a previsão meteorológica da região com dados em tempo real, bem como da disponibilidade de até três dias subsequentes a da busca. O app mobile está disponível em modelos iOS e Android gratuitamente.

Conforme o analista de tecnologia militar e um dos idealizadores do aplicativo Mario Fraga, a versão lançada passará por aprimoramento, de acordo com a utilização da ferramenta.

Publicidade


“É um aplicativo leve e de fácil manuseio a partir do primeiro momento na pesquisa. A proposta é ter a previsão de tempo em um clique”, diz.

A ferramenta, segundo Mario, abrange todos os estados da Amazônia Legal, com os mais de 700 municípios. “Já realizávamos esse trabalho na plataforma web de previsão do tempo. A ideia agora é facilitar às pessoas que querem, por meio de um clique, ter a informação meteorológica”, reforça o analista.

Para baixar o aplicativo é preciso buscar pelo nome ‘Previsão do Tempo na Amazônia’ na loja dos celular, depois selecionar a cidade que queira a previsão e logo a informação estará na tela do aparelho — Foto: Divulgação/Sipam

Para Rogério Félix, coordenador da Defesa Civil de Porto Velho, o app auxiliará bastante a ação das equipes do órgão que trabalham em áreas de alagamento nesta época do ano, por exemplo.

“Pois conseguiremos ter acesso a uma informação de forma mais simples e assim conseguir antecipar a ação da nossa equipe. De acordo com uma previsão antecipada, como é feita pelo aplicativos de até três dias, conseguimos tirar uma família de uma possível área de risco de alagamento”, pontua.

FONTE: G1 RO/ Jheniffer Núbia

Comentários