Vilhena é protagonista na história da medicina ocular

Novo tecnologia para cirurgias de cataratas entra em operação hoje em Vilhena e representa um grande salto em termos de capacidade óptica para Rondônia e noroeste do Mato Grosso.

360

Vilhena está protagonizando um novo capítulo na história da medicina ocular de Rondônia e da Região Norte. O município realiza nesta sexta-feira (28), as primeiras cirurgias de cataratas utilizando tecnologia de marcação digital do olho. Um feito inédito não apenas em Vilhena, mas em todo o estado de Rondônia, e cuja tecnologia está disponível apenas em dois municípios de toda a Região Norte: Vilhena e Manaus.

Importado da Alcon – líder mundial em cuidados com os olhos e desenvolvedora da tecnologia – o novo sistema que entra em operação hoje em Vilhena representa um grande salto em termos de capacidade óptica para o município, para Rondônia, e o noroeste do Mato Grosso. “Este sistema oferece ao médico, e consequentemente ao paciente o que mais interessa num procedimento deste tipo: previsibilidade, consistência de resultados. É uma tecnologia de grandes centros que estará disponível a toda a comunidade”, explica Marco Túlio de Freitas Teodoro, médico cirurgião da Clínica de Olhos Dr. Marco Tulio C. Teodoro, em Vilhena.

A tecnologia inovadora responde pelo nome de Verion Image Guided System, um equipamento projetado para oferecer realidade aumentada em diversas etapas da cirurgia, ajudando a minimizar potenciais fontes de erro, permitindo ao cirurgião atingir o melhor resultado possível com o máximo de precisão. “Durante cada etapa da cirurgia o Verion faz ajustes em tempo real, conforme o olho do paciente se movimenta, além disto, possui um sistema de análise de resultados que a cada nova cirurgia aprende a maneira que o cirurgião interage com os olhos provendo resultados mais personalizados e previsíveis” revela Marco Túlio.

Ainda no pré-operatório o Verion captura uma imagem digital de referência em alta resolução do olho do paciente. Esta “impressão digital” do olho servirá para registrar e rastrear o olho durante todo o procedimento, fornecendo uma referência visual que auxilia e guia o cirurgião. O sistema indica onde serão realizadas as incisões, marcações da capsulotomia – técnica usada para remover o cristalino – e do posicionamento correto das lentes intraoculares, principalmente, no caso de astigmatismo ou de lentes multifocais.

“Hoje existe uma integração completa entre os aparelhos, desde a captura das imagens até os dados cirúrgicos que são projetados no novo microscópio LuxOr Revalia, tudo está lá, no campo cirúrgico, não tenho que desviar os olhos para saber em tempo real o que está acontecendo”, explica.

Esta integração permite não somente seguir operando catarata com melhor nível de detalhe e segurança, como também inaugura a possibilidade de cirurgias de polo posterior (cirurgia de retina e estruturas anatômicas do fundo de olho). “Ou seja, somente a partir de agora temos a capacidade óptica de expandir o tratamento da retina aqui no cone sul do estado”, comemora Marco Túlio.

De acordo com a Alcon, apenas 3 equipamentos como este estão instalados em toda a região norte do país, sendo dois em Manaus e um em Vilhena. “Pessoalmente para nós da clínica de Olhos Dr. Marco Tulio C Teodoro é uma honra estar na vanguarda tecnológica. Temos um compromisso com o trabalho realizado por meu pai que nos deixou com a difícil tarefa de seguir ao lado dos pacientes que tanto confiaram nele”, finaliza.