Primeira sessão pública da licitação de asfalto para o Embratel é realizada, veja cronograma

Obra alcançará diversas ruas e avenidas do bairro, totalizando cerca de 2 km de pavimentação

1112

A Prefeitura de Vilhena realizou nesta semana a primeira sessão presencial do processo licitatório para pavimentação de mais ruas e avenidas do bairro Embratel. Nesta nova etapa, serão asfaltados trechos das avenidas Diões Bispo de Souza, Joaquim Nabuco, Goiás, Arnaldo Batista de Andrade e das ruas Guaianazes, José Bonifácio e rua das Nações, totalizando 2 quilômetros de asfalto, já contando com drenagem, sarjeta, meio-fio e sinalização. Todo o processo foi transmitido ao vivo, pela página oficial da Prefeitura no facebook, visando sempre total transparência nos certames. Assista pelo link: www..fb.com/municipiodevilhena/videos/597469957605516.

ASFALTAMENTO DO EMBRATEL está em licitação: 2 km de pavimentação complementam obra já realizada em 2019 no bairro

No ano passado, várias ruas do bairro foram pavimentadas. Este projeto em licitação foi aprovado pelo programa Calha Norte, do Ministério da Defesa, do Governo Federal. A verba de mais de R$ 1 milhão é emenda parlamentar do senador Acir Gurgacz e contemplará ruas e avenidas complementares ao asfaltamento feito em 2019 no bairro.

“É uma obra importante que deve encerrar décadas de alagamentos, lama e buracos na região. O asfaltamento do Embratel faz parte do grande esforço da Prefeitura em pavimentar vários bairros da cidade. Em 2019, foram iniciados 13,5 km de asfalto. E, ainda neste ano, estamos dando andamento a grandes projetos de pavimentação para Vilhena”, explica o secretário municipal de Planejamento, Eduardo Fernando.

Três empresas participaram do certame: Alto Rio, Suporte Engenharia Civil e Motriz Construções. Apenas a primeira foi considerada classificada, porém, como os representantes da última não compareceram, foi necessário abrir prazo para a empresa se manifestar com recursos, ou não. Nos próximos dias, com a definição do vencedor da licitação, o processo vai para auditoria, homologação, empenho do recurso, assinatura do contrato e emissão da ordem de serviço.

Após o encerramento do prazo recursal, no dia 18, caso a empresa ausente não se manifeste, a comissão marcará a data para a abertura dos envelopes com as propostas.