O projeto Sons do Guaporé contou com três atrações musicais que foram transmitidas online

Com classificação livre e tradução em libras, as lives foram transmitidas pelos canais do Facebook e YouTube do Ponto de Cultura e Mídia Livre Serpentário Produções.

460

Com objetivo de valorizar talentos regionais da música de Rondônia foi realizado através de live entre os dias 24 a 26 de março o projeto Sons do Guaporé que contou com três atrações musicais autorais.

O projeto foi coordenado pelo produtor cultural e músico Márcio Guilhermon, que destacou que a proposta do projeto foi promover a valorização dos talentos regionais do meio musical de Rondônia.

Segundo Marcio, o projeto contou com a apresentação das bandas Sangue, Orion’s e da dupla Phobos e Deimos.

Com classificação livre e tradução em libras, as lives foram transmitidas pelos canais do Facebook e YouTube do Ponto de Cultura e Mídia Livre Serpentário Produções.

O projeto foi contemplado no edital Nº77/2020/SEJUCEL- CODEC 1ª Edição Mary Cyanne do Edital de Chamamento Público de Fomento à Cultura e à Produção Artístico-Cultural Para Transmissões ao Vivo/Gravadas, no Eixo II-D, com recursos do “Governo do Estado de Rondônia/SEJUCEL/FEDEC/RO”, Lei Federal 14.017/2020 (Lei Aldir Blanc), Governo Federal.

“Agradeço a todas as pessoas que assistiram as lives e apreciaram os talentos regionais. O palco do Sons do Guaporé serviu de vitrine para os músicos que passaram por ele”, ressaltou Marcio que informou que as lives ficaram salvas nos canais de transmissão e podem ser assistidas nos seguintes endereços:

https://www.facebook.com/serpentarioproducoes/videos/288779179646727