MP quer sensibilizar população sobre riscos de contágio de coronavírus em reuniões familiares

980
Foto: Reprodução

O Ministério Público de Rondônia quer sensibilizar a população de Rolim de Moura para os riscos de contágio do coronavírus (covid-19), durante encontros e festas familiares. Esses eventos, conforme autoridades sanitárias da cidade, têm sido identificados como principais focos de propagação da doença na região.

Na última sexta-feira (3/07), a Promotora de Justiça Maira de Castro Coura Campanha realizou reunião virtual com líderes religiosos do município de Rolim para pedir apoio na conscientização sobre a importância do distanciamento social. A cidade, que tem implementado ações de prevenção à doença, com suspensão de atividades comerciais não essenciais, tem registrado um crescimento de casos na região, muitos deles em indivíduos pertencentes ao mesmo grupo familiar.

D acordo com relatório apresentado na reunião, Rolim de Moura já registra um óbito e alguns casos de pacientes em estado grave.  Nos últimos dias, mais de 70 pessoas foram autuadas por promoverem aglomerações, em caráter familiar, conforme dados da Polícia Militar.

Durante a reunião, a Promotora pediu a ajuda dos dirigentes para que orientem os fiéis a terem responsabilidade e o compromisso de evitarem aglomerações e encontros familiares e, nos casos de necessidade, que adotem todas as medidas de controle e prevenção, como o uso de álcool em gel e de máscaras.
A reunião teve a presença de representantes do Setor de Endemias do Município, da Polícia Militar; de dirigentes locais da Igrejas Católica; Casa de Oração; Ordem de Ministros Evangélicos de Rolim de Moura; Assembleia de Deus Peniel; Presbiteriana e Igreja Missionária Unida do Brasil.

Publicidade


 

Fonte: MP-RO

Comentários