Congresso vai criar comissão para discutir adiamento das eleições municipais

Uma das propostas já sugeridas prevê adiar a primeira votação para 15 de novembro e deixar a segunda para o início de dezembro.

496
Foto: Reprodução

Marcadas para o dia 4 de outubro de 2020, as eleições municipais podem ser adiadas por causa da pandemia no novo coronavírus. A decisão terá que ser tomada pelo Congresso, conforme entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF).

Uma comissão de senadores e deputados federais vai ser criada para tratar do assunto. A sugestão partiu do presidente do Senado, Davi Alcolumbre. A intenção é debater o texto com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e só depois votar o adiamento na Câmara e no Senado.

O primeiro turno das eleições está marcado para 4 de outubro e o segundo, para 25 do mesmo mês, em cidades com mais de 200 mil habitantes. Uma proposta parlamentar já sugerida prevê adiar a primeira votação para o dia 15 de novembro e deixar a segunda rodada para o início de dezembro, possivelmente no dia 6.

A medida será uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que precisa ser aprovada na Câmara e no Senado.

Publicidade


 

Fonte: Com informações da Agência Senado

Comentários