Colaboradores da Sicoob Credisul se mobilizam e arrecadam cestas básicas para famílias na pandemia

Arrecadações de cestas pelos colaboradores da cooperativa faz parte do Programa Voluntário Transformador, do Instituto Sicoob.

428

Os colaboradores da Sicoob Credisul se mobilizaram e arrecadaram cestas básicas para doar às famílias em situação de vulnerabilidade social, afetadas pela pandemia do novo coronavírus. No total, colaboradores de 11 pontos de atendimentos e 2 unidades administrativas se voluntariaram e arrecadaram 351 cestas básicas, de abril a junho deste ano.

A iniciativa dos colaboradores faz parte do Programa Voluntário Transformador, do Instituto Sicoob, que tem a missão de difundir a cultura cooperativista e contribuir para o desenvolvimento sustentável das comunidades. As arrecadações devem continuar ao decorrer de todo o ano.

Geovane Ferreira, gerente na agência da cidade de Comodoro (MT), contou como foi a recepção da ação pelos colaboradores de seu ponto de atendimento. “No início ficaram com receio de não conseguir muitas doações, mas aceitaram a missão. Cada colaborador doou uma cesta e foi atrás de doações de cooperados. A causa em si tocou muito o coração de cada um. Hoje eles se sentem realizados em poder ajudar de alguma forma as pessoas, neste momento tão crítico por qual estamos passando”, relatou.

Publicidade


Em algumas cidades, as cestas foram entregues a entidades filantrópicas, que ficaram responsáveis pelo repasse. Em outras, os próprios colaboradores fizeram a entrega na casa das famílias. Além dos produtos básicos de alimentação, como arroz, feijão, macarrão, óleo de soja, sal e açúcar, entre outros, algumas das cestas básicas continham itens de higiene e prevenção do novo coronavírus.

As arrecadações dessa ação são apenas de colaboradores da Sicoob Credisul. A instituição também realizou a doação de mais de 500 cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade social e profissionais autônomos. Acompanhe todas as ações da cooperativa no site www.sicoobcredisul.com.br.

Comentários