Caso Lauanny Hester: pai e madrasta acusados de torturar e matar menina Lauanny são julgados em Ariquemes

William Monteiro da Silva e Ingrid Bernadino estão presos desde setembro de 2019, quando aconteceu o crime. A criança foi espancada até a morte.

1960

William Monteiro da Silva e Ingrid Bernadino, o pai e a madrasta acusados de torturar e matar Lauanny Hester, de dois anos, estão sendo julgados nesta terça-feira (30) pelo Tribunal do Júri em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari.

O júri do casal começou às 9h40 da manhã, no Fórum de Ariquemes. O Júri é composto por quatro homens e três mulheres.

O delegado Rodrigo Camargo foi o primeiro a falar no Tribunal do Júri, como testemunha de acusação. Através de vídeoconferência, Camargo relembrou sobre a investigação do caso e ressaltou ter sido um dos primeiros a chegar no local do assassinato de Lauanny.