CARICANECAS: Vilhenense vira destaque de franquia nacional

Robson, da Robinho Caricanecas, compartilhou com a Caricanews como realizou sonhos ao empreender

1196
Foto: Divulgação

Há pouco mais de um ano, Robson abriu a franquia Robinho Caricanecas no município de Vilhena, em Rondônia. Com poucos meses de franquia, já se mostrou um empreendedor de destaque ao se tornar um dos vencedores do concurso de vídeos que a Caricanecas promoveu no início de 2020.

Como toda história de sucesso, a dele começa com sonhos. Antes de ter a própria franquia, Robson era técnico de informática e profissional de marketing digital. Entretanto, ele ainda sentia falta de alguma coisa. Embora valorizasse muito o que fazia até então, Robson sentia que algo ainda precisava mudar na própria história para que ele pudesse alcançar o que sempre sonhou. Um de seus sonhos desde a infância era ter um estúdio de TV. Outro, que surgiu com a experiência, era trabalhar com alguma coisa que pudesse trazer mais emoção para as vidas das pessoas. Para chegar a estes dois objetivos, ele começou a pesquisar como abrir um negócio que pudesse ajudá-lo a ser quem ele sempre sonhou.

Após meses de pesquisa, os vídeos onde o Dinho apresentava a Caricanecas no Facebook chamaram a atenção dele. A partir daí, Robson começou a pesquisar mais a respeito da Caricanecas. Ao entender que o objetivo da franquia era atingir as pessoas em um âmbito emociona, exatamente o que ele mesmo tanto almejava, ele tomou a decisão de investir no negócio e se tornar um franqueado.

Por estar tão perto de realizar um sonho, ele não estava inteiramente preparado para as primeiras dificuldades no caminho. De início, como muitas pessoas que começam no mundo da sublimação, ele não conseguia fazer com que as cores impressas correspondessem aos desenhos digitais. Isso fez com que ele perdesse muitas canecas no processo. No entanto, ele aprendeu os primeiros passos ao assistir os cursos disponibilizados pela franqueadora e soube como pesquisar ainda mais dicas em outras fontes para aperfeiçoar as técnicas de sublimação.

Outro grande obstáculo que não pôde prever foi a recepção dos preços do produto em uma cidade pequena. Foi necessário mergulhar no mundo do público alvo para compreender que as pessoas estavam achando os preços altos demais, pois acreditavam que os desenhos eram feitos por aplicativo. Então, ele decidiu usar os conhecimentos em marketing digital para transformar a visão dos clientes através da arte e comunicar que cada desenho era feito por um artista de verdade.

Hoje, quando entram em contato perguntando sobre os preços, a experiência ensinou a Robson que a melhor forma de agir é conversar e tentar compreender a importância por trás do presente. Em um diálogo com o cliente, ele busca saber mais sobre o propósito da compra para não focar apenas no produto, mas no sentimento e na consideração por trás de uma memória que será eternizada em um presente único. Segundo Robson, cada caneca que produz deixa com ele a sensação de que está enviando um produto artístico de valor inestimável que vai tocar as emoções das pessoas que tiverem contato ele.

E para chegar nos clientes certos, ele passou por uma jornada de divulgação focada em comunicar a importância de ter artistas reais envolvidos no processo de criação. Para isso, usou as redes sociais, mandou cortesias e fechou parcerias com pessoas influentes. A estratégia deu tão certo que o primeiro negócio fechado veio de uma empresa que encomendou 50 canecas de uma só vez. As divulgações atingiram pessoas de diversas classes e idades que tinham um objetivo em comum: dar um presente inesquecível para aqueles que amavam. A partir daí, o preço deixou de ser um problema e as vendas só aumentaram. Em cerca de três meses, o sucesso ficou evidente, já que ele conseguiu recuperar o dinheiro investido para iniciar a franquie e reinvestir em ainda mais divulgação.

Robson fez vídeos profissionais com especialistas na área e chegou até mesmo a se tornar sócio de um deles.

O retorno financeiro proporcionado pela franquia serviu não apenas para manter o negócio sempre crescendo, como também contribuiu para a realização do segundo sonho: ter o próprio estúdio. Hoje, além de trabalhar com a franquia e como técnico de informática, ele é co-proprietário da Pixel Social Media, um canal de WebTV via Facebook mesclado com uma agência de marketing pessoal, empresarial e político.

Tantas histórias de sucesso ajudaram a atrair a atenção de um grande empresário da região, que acabou investindo um valor considerável para melhorar ainda mais as empreitadas do Robson.

Foram tantas as conquistas e portas que se abriram desde que iniciou a vida de empreendedor, que sempre que é questionado a respeito do que faz, apesar de ainda ser técnico de informática, ter o estúdio e trabalhar com marketing digital, sua primeira resposta sempre é “eu sou um franqueado Caricanecas”. Segundo ele, foi a Robinho Caricanecas que ajudou a espalhar o nome dele por municípios vizinhos e a força que a marca tem por todo o Brasil se tornou seu principal cartão de visitas.

Para saber ainda mais sobre a história de vida e conhecer algumas dicas do Robinho, fique de olho nas redes sociais da Caricanecas!

 

Redatora: Camila Cruz

Publicado em: Caricanews

Insagram: @caricanecas