Bolsonaro revoga MP que dava carta branca para Weintraub nomear reitores

Presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), devolveu MP ao Planalto

204
(Foto: Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) revogou nesta sexta-feira, 12 de junho, a polêmica Medida Provisória 979, que dava carta branca ao ministro da Justiça, Abraham Weintraub, para que ele escolhesse reitores temporários para as universidades e institutos federais.

A revogação foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União, menos de duas horas depois que o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), oficializar a devolução da MP ao Planalto, sob alegação de que a medida é inconstitucional e fere a autonomia e gestão democrática das universidades. Leia íntegra da matéria no UOL.

Comentários