ASMUV: Celebrar o Dia dos Trabalhadores é um direito de todos

Data vem ganhando força com o passar dos anos.

428

A Associação dos Servidores Municipais de Vilhena (Asmuv) celebra e parabeniza a todos os trabalhadores pelo seu dia. Parabéns!

O dia do trabalho, celebrado em 1º de maio, é um marco na história mundial para comemorar todas as profissões. Desde a primeira Revolução Industrial, o conceito de trabalho vem sofrendo com consequentes alterações. Novas tecnologias criaram diferentes funções e profissões.

Toda a transformação, porém, manteve uma constância: o papel humano. Valorizar o trabalhador é, portanto, um importante papel de todas as empresas, organizações e institutos.

Por que se comemora o dia do trabalho em 1º de maio?

O dia 1º de maio tornou-se a data para celebrar o trabalhador após uma onda de manifestação nos Estados Unidos. Em 1886, os norte-americanos foram às ruas das maiores cidades do país para reivindicar a redução da carga horária máxima de trabalho por dia.

O ato foi bem sucedido ajudando no bem-estar dos trabalhadores que chegavam a completar 100 horas de trabalho semanal — ou seja, aproximadamente 17 horas para cada seis dias de ocupação.

Após as manifestações, houve a redução da jornada de trabalho para 8 horas diárias. Essa carga é seguida, atualmente, pela maioria dos países e órgãos de regulamentação das profissões.

Pensando no Brasil, a valorização do dia 1º de maio teve início na década de 1890. Nesse período histórico, a indústria brasileira vivenciava um processo acentuado de desenvolvimento. Entretanto, foi apenas em 1924 que a data foi reservada como “Dia do Trabalho”.

A valorização da data cresceu principalmente na época do Estado Novo varguista. Com uma política popular, Getúlio Vargas organizou em seu governo uma série de leis  — destaque para o Decreto-lei nº 5.452 — trabalhistas, aproveitando o dia primeiro para promover eventos de autopromoção do governo, com festas para os trabalhos.

Foi no governo varguista que foram estabelecidas as regras da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), sendo fixadas os direitos básicos como salário mínimo e duração da jornada de trabalho.

Como podemos ver, a criação do Dia do Trabalho está relacionado às lutas e às manifestações. As empresas estão cada vez mais conscientizando de que o capital humano é o principal valor e fonte de crescimento e expansão.

Fonte: Assessoria