VILHENA: Servidores da enfermagem saem às ruas e protestam contra suspensão do piso salarial

Decisão foi proferida pelo Ministro Barroso.

493

Organizados pelo Sindsul – Sindicato dos Servidores Municipais do Cone Sul de Rondônia – cerca de 60 servidores ligados à enfermagem em Vilhena, foram às ruas na manhã desta quarta-feira, 21 de setembro, protestar contra a suspensão da aplicação do piso salarial da categoria.

Munidos com faixas e cartazes, os servidores se reuniram na sede do sindicato às 07h00 e após um café da manhã, saíram em caminhada. O grupo passou pela avenida Presidente Nasser, Major Amarante e se concentrou por alguns minutos na praça Nossa Senhora Aparecida.

Após algumas entrevistas à imprensa local, os manifestantes seguiram rumo ao semáforo localizado próximo ao Hospital Regional.

Sempre aos gritos de “Barroso a culpa é sua” a manifestação foi encerrada por volta das 10h30.

De acordo com Sônia Paz, vice-presidente do Sindsul e representante da saúde na entidade, eles aguardam orientação da Confetam – Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal – para os próximos passos. “Essa manifestação é em âmbito nacional. Por aqui, organizamos além de Vilhena, o município de Pimenteiras. Estamos lutando por valorização de uma classe que se dispôs incansavelmente durante a pandemia. A passeata foi para que a população saiba o que tem se passado conosco”, disse Sônia.

Vídeo:

 

 

Texto e foto: assessoria