Vereadora volta a chamar Secretária de Saúde de incompetente após se deparar com pessoas no chão da UPA

1856

Na manhã desta terça-feira (14) durante a sessão ordinária da Câmara Municipal, a vereadora Clerida Alves (AVANTE) voltou mostrar sua indignação com a administração da Saúde de Vilhena, segundo a parlamentar, após receber uma denúncia na última segunda-feira (13) ela esteve presente na UPA verificando a reclamação e se deparou com mais um dos casos lamentáveis que vem sendo recorrentes no município. 

“Me deparei com a UPA lotada, pessoas no chão, pacientes deitados em colchões sem lençóis, mulheres e homens na mesma enfermaria, um cenário de muita tristeza. Volto a dizer , a Secretária de Saúde, Siclinda Raasch, é muito incompetente”, dispara Clerida.

Após este lamentável caso, a vereadora mostrou estar no limite e se dirigiu ao Presidente da Câmara Municipal, vereador Ronildo Macedo (PV) dizendo, “Senhor presidente, vou fazer um requerimento verbal à Vossa Excelência, e gostaria que constasse em ata, que o senhor faça ofício coletando a assinatura de todos os vereadores e protocole junto ao Tribunal de Contas do Estado de Rondônia, solicitando que se faça uma tomada de contas especial presencial, dentro da Secretaria de Saúde, UPA, Pronto Socorro, Hospital Regional, todos os postos de saúde, inclusive os que estão fechados e em obras, Farmácia Básica onde falta remédio, Centro Cirúrgico onde faltam insumos para cirurgias”. 

Clerida finalizou seu pronunciamento declarando, “Tenho certeza que ao chegar esse documento ao TCE-RO, conhecendo o trabalho que o órgão já prestou a esse Estado, jamais vão deixar de tomar as providências cabíveis.  Está na hora de dar um basta, o povo não aguenta mais sofrer”.

O Presidente da Câmara Municipal, vereador Ronildo Macedo (PV), constou em ata e o requerimento será enviado ao TCE-RO.