11520

Suspeito de esfaquear ex-mulher por não aceitar fim de relacionamento é procurado pela polícia

Justiça decretou nesta terça-feira a prisão preventiva do suspeito

Altair Rodrigues Tavares está foragido. (Foto: Divulgação)

A comerciante de 42 anos esfaqueada no sábado (12) de manhã pelo ex-companheiro passou por cirurgia. Ela permanece internada e seu estado de saúde continua bastante delicado devido à gravidade das lesões sofridas. Foram oito golpes de arma branca, a maioria na zona das costas e cabeça. O crime aconteceu no bairro Alto Alegre, em Vilhena.

O autor do ataque é o homem que aparece na foto ao lado, Altair Rodrigues Tavares, de 45 anos. A Justiça expediu esta terça-feira (15) um mandado de prisão preventiva contra ele. Qualquer informação sobre o paradeiro deve ser informada à central da Polícia Civil no telefone (69) 3322-3001 ou ainda no 197.

Segundo a polícia, o homem não aceitava o término do relacionamento e foi até o comércio da mulher na tentativa de ter uma conversa para reatar a união. No entanto, ela recusou.

Ao determinar a prisão de Altair Rodrigues a juíza considerou que o acusado representa risco para a vítima que continua internada, à ordem pública e ainda os indícios da autoria do feminicídio (tentado). O Ministério Público de Rondônia (MP-RO) agora deverá apresentar a denúncia à Justiça para a abertura do processo criminal, após as investigações.

Publicidade


A condução do inquérito está a cargo de Solângela Barros Guimarães Ferreira, delegada-titular da DEAM (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher).

Comentários