Sitiante é baleado ao cobrar dívida de venda de gado em Chupinguaia

2678
Foto: Ilustração

Um sitiante de 26 anos foi baleado no braço e atingido de raspão nas costelas próximo à zona do coração neste domingo (29) à tarde ao cobrar uma dívida de venda de gado em Chupinguaia. A Polícia Militar fez buscas, mas o suspeito de fazer os disparos ainda não foi encontrado.

Segundo a PM, o crime aconteceu em um bar no assentamento Alzira, na linha 105. A vítima Heverson dos Santos Soares buscou refúgio em um sítio vizinho ao local do acontecimento até a chegada da polícia. Uma ambulância do município foi até a localidade e socorreu o ferido até o hospital da cidade. Ainda segundo informações da PM, Heverson recebeu atendimento e deveria ter seguido para Vilhena, para tratar o ferimento, no entanto, ele se negou.

A PM ouviu Marly Teixeira da Conceição, esposa do suspeito de fazer os disparos. Ela relatou que Heverson chegou no bar e fez ameaças, tendo inclusive levado uma arma de fogo. O rapaz nega. Em conversa com os policiais ele disse que foi no bar cobrar uma dívida de R$ 1.000,00 de venda de gado, mas foi recebido a bala. O suspeito de atirar é Manoel Matos, que fugiu após o crime. A arma usada por ele também não foi encontrada.

O caso foi registrado como tentativa de homicídio.

Publicidade


Comentários