Promotor de Cerejeiras emite nota à população sobre distribuição imprópria de água pela CAERD

1173

O promotor de justiça, Victor Ramalho Monfredinho, do Ministério Público de Cerejeiras emitiu uma nota oficial sobre relatos do fornecimento de água imprópria para consumo da CAERD na cidade.

Na nota o promotor explica que a CAERD explica que houve o rompimento de um cano e que resíduos não identificados tiveram contato com água que é fornecida para a população.

Com isso a água em alguns locais de Cerejeiras chegou com coloração escura. O MP não tem mais informações e está em busca de mais relatos sobre o caso, e por isso, pede a população envie reclamações e relatos sobre o caso pelo whats app (69) 9 9908-4293.

Confira a nota: 

NOTA À POPULAÇÃO

O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE RONDÔNIA, por intermédio da 1ª Promotoria de Justiça de Cerejeiras, considerando os relatos de fornecimento de água imprópria pela Companhia de Águas e Esgotos do Estado de Rondônia – CAERD no último final de semana, INFORMA que, na data de hoje, realizou inspeção no escritório local, recebendo de seu gerente a informação de que na sexta-feira (14/08/2020) ocorreu o rompimento de um
cano em endereço não especificado, e, quando da realização dos reparos pertinentes, resíduos tiveram contato com a água fornecida, a qual chegou até as residências com coloração. INFORMA, também, que até o presente momento não foi disponibilizado ao Parquet o registro da ocorrência, tampouco informado se a água fornecida ofereceu/oferece risco à população.

Para instruir a investigação da Promotoria, solicita-se aos munícipes que promovam o
envio de relatos, registros fotográficos, vídeos e outras informações acerca dos fatos através do aplicativo Whatsapp (69 9 9908-4293), bem como registrem eventuais impropriedades junto a este Órgão Ministerial, para que seja possível, se for o caso, buscar a responsabilização da empresa.

Cerejeiras/RO, data certificada.
VICTOR RAMALHO MONFREDINHO
Promotor de Justiça