Preocupado com o aumento drástico de casos da Covid-19 em município de RO, secretário de Saúde de Vilhena orienta população a completar o esquema vacinal

Porto Velho, Ariquemes, Jaru, Ji-Paraná e Cacoal já vivem a realidade da quarta onda da pandemia Covid-19

1816

Em visita ao Vilhena Notícias na tarde de terça-feira (30), o secretário Municipal de Saúde de Vilhena (Semus), Wagner Borges, mostrou preocupação com uma possível quarta onda da pandemia Covid-19 em Vilhena e alertou a população vilhenense para estarem indo até os postos de vacinação para receber a segunda dose contra o vírus e a dose reforço, já disponível. 

De acordo com o secretário, municípios de Rondônia já estão vivendo a realidade de ter novamente os leitos de UTI sendo totalmente ocupados, segundo ele, Porto Velho, Ariquemes, Jaru, Ji-Paraná e Cacoal estão com as enfermarias e leitos UTI sendo novamente ocupados, segundo ele, a preocupação atual é, em ondas passadas da pandemia, foram esses mesmos municípios onde a contaminação aumentou rapidamente e logo após isso Vilhena sofreu do mesmo mal.

Por isso, a orientação para que o esquema vacinal seja completado por todos pois, os não-vacinados é outra preocupação, até maior, da Saúde. A vacina previne que os sintomas se agravam e consequentemente levando o paciente a casos críticos, porém ao receber as doses indicadas para prevenção, o paciente não se inibe de contrair a doença mas passa por ela com sintomas leves ou quase imperceptíveis. 

“Há casos que o paciente contrai o vírus e os sintomas são leves, a maioria são pessoas que já completaram o esquema de vacinação, aqueles não-vacinados são os casos que estão sofrendo complicações e sendo encaminhados a UTI”, diz o secretário.

Em Vilhena, recentemente uma moradora de Corumbiara veio a óbito, ela não estava vacinada, atualmente um paciente não-vacinado é o único caso na UTI. 

Diante disso, o titular da Semus orienta que, durante essa semana, aquelas pessoas que não receberam a segunda dose contra a covid-19 ou não receberam a dose de reforço, que se desloquem aos pontos de vacinação (logo abaixo) e vacinem-se. É orientado também que o uso da máscara e do álcool em gel permaneça.

Cuide-se e também estará cuidando do outro. 

Confira logo abaixo os horários e pontos de vacinação em Vilhena.