Prefeitura promete criar Plano de Segurança Escolar; “supostos ataques estão sendo analisados pelas autoridades”

Duas reuniões para discutir o assunto já foram realizadas neste mês, e está previsto para a próxima sexta-feira, dia 14, um encontro com todos os órgãos envolvidos na elaboração do Plano.

1631

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Vilhena emitiu no final da tarde desta terça-feira, 11 de abril, uma Nota de Esclarecimento sobre seu empenho em garantir a segurança nas escola e sobre os futuros passos para evitar qualquer acontecimento que fuja do normal.

A Nota também fala sobre mensagens que começam circular por redes sociais com supostas ameaças nas escolas de Vilhena.

Confira na íntegra a Nota divulgada hoje:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Prefeitura de Vilhena vem a público esclarecer que está empenhada em garantir a segurança nas unidades de ensino e algumas medidas de segurança já foram tomadas. Nesse sentido, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) está trabalhando em parceria com a Polícia Militar, Civil e Federal, o Ministério Público (MP) e a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) para criar um Plano de Segurança para as escolas.

Duas reuniões para discutir o assunto já foram realizadas neste mês, e está previsto para a próxima sexta-feira, dia 14, um encontro com todos os órgãos envolvidos, onde será elaborado o Plano de Segurança Escolar.

A Prefeitura ressalta que a segurança nas escolas é um assunto sério e que precisa ser tratado com responsabilidade. Em vista disto, as mensagens contendo supostas ameaças de ataques às escolas em Vilhena, que têm circulado nas redes sociais, estão sendo analisadas pelas autoridades competentes.

Desta forma, não há motivos para que os pais não enviem seus filhos para a escola, pois todas as forças de Segurança Pública estão empenhadas em combater todo e qualquer tipo de ameaça.

Por fim, é importante salientar que a propagação de mensagens dessa natureza em grupos e redes sociais apenas gera medo e insegurança na comunidade escolar. Qualquer informação ou denúncia de possíveis ataques deve ser encaminhada para a Polícia Civil, no número 197 (Disque denúncia da Polícia Cívil).