1385

Polícia procura motociclista que atropelou criança de 10 anos e fugiu

Criança quebrou dente e ficou com ferimentos no corpo

A polícia apura quem era o condutor de uma motocicleta que atropelou uma criança de 10 anos na tarde de sexta-feira, 29 de novembro, e fugiu sem prestar socorro. O acidente ocorreu em frente à escola Municipal de Educação Infantil Cleberson Dias Meireles Germini, no distrito de Novo Plano, região de Chupinguaia.

O crime ocorreu próximo ao horário do meio dia quando o garoto fazia o trajeto da escola para casa. Ele foi socorrido por populares até o hospital do município e depois transferido em uma ambulância para Vilhena. O caso foi comunicado por funcionários do hospital, onde o garoto foi levado. A Polícia Militar compareceu na casa de saúde e falou com a vítima.

O estudante ficou com um dente quebrado e sofreu ferimentos na face, além de cortes no pescoço e na perna, segundo informação do hospital de Chupinguaia. Até este domingo, o jovem continuava internado em observação no Hospital Regional.

Segundo informações de testemunhas à polícia, o motociclista teria invadido a contramão da estrada e batido no estudante que caminhava ao lado da calçada. A identidade do suspeito já teria sido descoberta, mas ele permanece desaparecido.

Omissão de socorro

Publicidade


Causar um acidente de trânsito e fugir do local é crime, mesmo que não haja vítima. Conforme previsão do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), essa atitude caracteriza fuga à responsabilidade penal ou civil que possa ser atribuída ao condutor e pode gerar detenção de seis meses a um ano ou multa (artigo 305).

Quando há vítimas, além de responder pelo artigo 305, o condutor também infringe o artigo 304 do CTB, que prevê infração para quem deixa de prestar imediato socorro à vítima, ou solicitar auxílio médico. Além disso, o condutor também responde criminalmente por todas as ações que o acidente possa gerar.

Comentários