Mulher é detida ao tentar vender aparelho furtado para a própria dona, em Vilhena

Jovem nega furto e alega que pegou aparelho para receber dívida

4612
Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Vilhena. – Foto: Renato Spagnol

Policiais do 3º BPM de Vilhena prenderam em flagrante, nessa segunda-feira, 15 de fevereiro, uma mulher suspeita de tentar vender um celular furtado para a própria dona do aparelho. Segundo a polícia, a jovem negociava a venda na mesma loja onde o aparelho havia sido furtado, dias antes.

A polícia informou que uma colega da suspeita de negociar o aparelho foi presa como cúmplice. Ela participava da negociação. Ainda segundo a polícia, a comerciante reconheceu o telefone e para segurar as mulheres dentro da loja mostrou interesse em comprá-lo, em seguida, acionou o Batalhão da PM pelo 190. As suspeitas foram detidas dentro da loja.

Quando a polícia chegou no comércio, que fica a avenida Curitiba, a jovem negou ter furtado o aparelho do estabelecimento e revelou que havia pegado o telefone de uma terceira pessoa para receber uma dívida de R$ 30.

As duas mulheres foram levadas para a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) para prestar esclarecimentos. O aparelho foi apreendido e deverá ser devolvido para a loja.