Ministério da Saúde cadastra Vilhena para receber R$ 7 milhões

Recurso pode sanar grande parte dos gargalos do HR podendo suprir quase um ano de medicamentos, insumos, alimentos e materiais de uso diverso da unidade.

668

Atendendo a uma solicitação especial, o Ministério da Saúde realizou o cadastro de uma emenda no valor de R$ 7,1 milhões para a Saúde do município. O secretário de saúde, Afonso Emerick, junto ao prefeito Eduardo Japonês, reforçou que este recurso ajudará a sanar grande parte dos gargalos do Hospital Regional de Vilhena, podendo suprir quase um ano de medicamentos, insumos, alimentos e materiais de uso diverso da unidade.

A saúde no município é uma das grandes prioridades do prefeito Eduardo Japonês que nos últimos 20 dias conseguiu grandes conquistas de recursos, recuperação de equipamento e exames para atender a demanda do município.

“Enquanto alguns criticam, nós trabalhamos. Queremos melhorar as condições para os cidadãos com trabalho que dê resultados, com uma gestão eficiente”, garante Japonês.

INCREMENTO MAC – A verba destinada através de emenda é do tipo “Incremento MAC (Média e Alta Complexidade)”, destinada a Vilhena e está em análise técnica pelo Ministério da Saúde, cadastrada no sistema com previsão de pagamento para este ano.

Verbas dessa natureza são recursos que servem para a aquisição de insumos e medicamentos, não podendo ser aplicada na aquisição de bens permanentes e ou folha de pagamento.

Esse valor, quando em conta, será utilizado para estabilizar o estoque de medicamentos do Hospital Regional de Vilhena, assim como prover a aquisição de insumos para a manutenção das atividades hospitalares.

 

Semcom