Justiça manda candidato a prefeito retirar do ar pesquisa eleitoral em que aparece em segundo lugar em Vilhena

Pesquisa mostrava empate técnico entre Eduardo Japonês e Rildo Flores

6144
Foto: Ilustração

O juiz da 4ª Zona Eleitoral, Vinícius Bovo de Albuquerque Cabral, concedeu liminar determinando a retirada do ar de uma pesquisa eleitoral de candidatos à Prefeitura de Vilhena divulgada no dia 20 de outubro pelo Instituto Data continental de Pesquisa, “por inconsistências nos dados e uma padronização nas respostas que não se afigura condizente com a prática estatística”.

A decisão também obriga que candidato Rildo José Flores, do Podemos, retire, no prazo de 24 horas, de sua página do Facebook, a divulgação da pesquisa.

A pesquisa foi realizada entre os dias 14 e 16 de outubro. O pedido de impugnação da pesquisa foi feito pela Coligação Majoritária Vilhena no Caminho Certo, do candidato à reeleição Eduardo Toshiya Tsuru. O prefeito também é autor do pedido de liminar.

O juiz eleitoral determinou ainda, a fim de verificar a autenticidade e veracidade das informações contidas nos formulários da pesquisa ora combatida, “que o Cartório Eleitoral no prazo de quinze dias efetue diligências em pelo menos dez endereços constantes dos referidos formulários, de forma aleatória, validando ou não a existência destes e das pessoas entrevistadas”.

Cabe recurso da decisão liminar.