Justiça do Trabalho entrega nova escola Tenente Melo na Vila São Lourenço em Vilhena

O novo prédio comporta: quadra poliesportiva, pátio coberto e salas amplas

538

Audiência Pública Itinerante realizada na última semana, em Vilhena, marcou a entrega da nova Escola Tenente Melo localizada na zona rural do município, construída com recursos de indenização na Justiça do Trabalho.

Presidida pela juíza Fernanda Antunes Marques Junqueira, a audiência foi realizada nas dependências da escola, localizada na Vila São Lourenço. Na ocasião a magistrada esclareceu que a construção foi viabilizada com recursos advindos de Ação Civil Pública
n.0028900-07.2004.5.14.0141, impetrada pelo Ministério Público do Trabalho, em consequência da reversão de reparação por dano moral coletivo no valor de R$1.500,000,00 objeto do acordo entabulado na Justiça do Trabalho, destinado a instituições que contribuem com o desenvolvimento da sociedade Vilhenense.

A juíza lembrou da ocasião em que conheceu a realidade da escola, quando foi procurada pela sua diretora, Ana Laura Royer. “Tudo no cosmos começa por um ponto que vai se expandindo. Essa escola que estamos vendo hoje começou assim, por um sonho pequeno. A Ana Laura foi nos pedir livros, um pula-pula e outras coisas simples e hoje podemos ver
que desse sonho inicial temos algo muito maior”, contou a magistrada.

O diretor da Vara do Trabalho de Vilhena, Ederson Deiró, disse que a Escola Tenente Melo foi beneficiada com os recursos porque demonstrou o cuidado com o crescimento educacional dos alunos, o carinho e a dedicação da diretora.

Publicidade


Durante o evento os alunos prestaram homenagens à Justiça do Trabalho e à magistrada com apresentações culturais, entoaram melodias em coral, entregaram pedidos em cartas e agradeceram às autoridades pela escola em uníssono.

“Tudo muito lindo, nós só temos a agradecer, agradecer e agradecer. Estive aqui e fiz algumas fotos da realidade difícil da escola. Ver a Justiça do Trabalho fazendo uma obra tão linda me envergonha, pois era o município que deveria ter feito isso já há muito tempo. Agora estamos assumindo o compromisso de zelar por essa escola, administrar
ela com seriedade e garantir a esses alunos todas as oportunidades de um bom ensino”, assegurou o prefeito Eduardo Japonês.

A juíza encerrou o evento valorizando o papel da formação de cidadãos na escola. “É na escola que encontramos cidadania. Disse Paulo Freire: ‘Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tão pouco a sociedade muda'”, completou.

Na cerimônia também estiveram presentes os servidores da Vara do Trabalho de Vilhena, cantores Márcia Aranda e Anísio Ruas, o ex-senador Chico Sartori (que doou o terreno para a construção da escola), o vereador Ronildo Macedo, secretários municipais, representantes do Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal, Idaron, Fimca e Polícia Federal.

 

Fonte: Assessoria

Comentários