Homem suspeito de abandonar vítima em acidente se apresenta na polícia depois de quase um ano

Suspeito não revelou por que se autodenunciou.

2860
Foto: Banco de Imagens/TRT 12ª Região

O homem de 31 anos, suspeito de provocar um acidente de trânsito no dia 21 de julho de 2019 na BR-364 e abandonar a vítima com ferimentos graves no local do desastre, se apresentou nesta quinta-feira, 3 de julho, na 4ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal, em Vilhena, e confessou o crime. No depoimento, o suspeito admitiu ter deixado caído no meio da pista um homem, à época com 23 anos, com uma fratura exposta no joelho esquerdo. Segundo a polícia, o homem poderá responder por omissão de socorro, crime previsto no artigo 305 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O suspeito não revelou por que se autodenunciou depois de quase um ano.

Em novembro de 2018, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que é crime a fuga de motorista do local de um acidente de trânsito. O CTB pune com detenção de seis meses a um ano o condutor do veículo que se afasta do local do acidente “para fugir à responsabilidade penal ou civil que lhe possa ser atribuída”.

O acidente

O acidente ocorreu na altura do km 6. A vítima era passageira da moto conduzida pelo homem de 31 anos. Segundo apurou a PRF na época, o condutor desequilibrou, perdeu o controle da direção do veículo e caiu na rodovia.

Publicidade


Logo após o fatídico o condutor simplesmente fugiu do local, deixando a vítima caída ao solo. O passageiro foi socorrido depois pelos bombeiros e não revelou a identidade do piloto e nem as caracteristicas da moto envolvida no acidente.

Comentários