Falso promotor de justiça oferece emprego para irmão de presidente da Câmara e tenta dar golpe de R$ 900

Golpe é mais comum do que se imagina.

2332

Ivanilcio Pinto de Macedo, 46 anos, irmão do presidente da Câmara de Vereadores de Vilhena, Ronildo Macedo, atendeu o chamado de um homem por seu Whats App, que se identificou como promotor de justiça, e que haviam indicado o nome da vítima para uma vaga de motorista.

O falso agente do Ministério Púbico convenceu a Ivanilcio a enviar uma foto da CNH e de seu cartão de débito/crédito, para iniciar a contratação, porém, logo em seguida, entrou em contato com a vítima falando que havia depositado uma quantia em adiantamento para ele.

Contudo, o falso promotor tinha enviado R$ 900,00 a mais, e pedia que a vítima fizesse um depósito ou transferência desse valor de volta. Como todo o contato foi feito pelo número (12) 9-9729-8477 no aplicativo Whats App, o irmão do presidente da Câmara de Vilhena, percebeu que estaria sendo vítima de um golpe e disse que estava numa delegacia para denunciar o falso promotor.

Nesse momento o estelionatário apagou as mensagens e dados bancários, nos quais a vítima deveria realizar o depósito. A Polícia Civil iniciou investigação para tentar identificar o autor do crime.

Publicidade


Comentários