Em Vilhena, correntista de banco é vítima do ‘golpe do Pix’ e perde 12 mil reais

5536
Golpe do Pix. – Foto: Alvaro Pegoraro/Reprodução

O Pix, novo sistema de pagamentos criado pelo Banco Central, foi lançado em novembro de 2020 e já tem criminoso se aproveitando das facilidades do serviço para praticar golpes.

Um cliente da Caixa Econômica Federal de Vilhena é uma vítima e teve um prejuízo de R$ 12 mil. Conforme a vítima, 5 mil reais foram retirados do limite da conta bancária. À polícia, ele contou que o golpista entrou em contato pedindo que ele instalasse um aplicativo no celular. Sem desconfiar de nada, ele seguiu todos os passos.

“Ele [criminosos] me ligou para marcar um horário para fazer a adesão do Pix. Falou que era do banco onde eu tenho a conta e gostaria de facilitar para fazer a adesão. Pensei que o banco estava facilitando para os clientes”, lamenta o correntista.

A vítima também teve o telefone celular clonado. O caso é investigado pela Delegacia Especializada em Furtos, Roubos e Extorsões (DERF) da Polícia Civil de Vilhena.