Eduardo Japonês chega aos dois anos de mandato e data passa em branco na prefeitura

Eduardo Japonês tem menos do que 150 dias para mostrar serviço antes da eleição.

2280

A assessoria do prefeito Eduardo Japonês conhecida e reconhecida como uma das mais eficientes que já passaram pelo paço municipal, deixou passar silenciosamente em branco a data de 01 de julho, a qual o prefeito completou dois anos de mandato.

Eduardo Japonês foi eleito em eleição suplementar em junho de 2018, e assumiu a cadeira em 01 de julho daquele ano. Teve um começo de mandato relativamente pacífico, principalmente com a Câmara de Vereadores e líderes políticos, mas começou a sofrer pressão logo nos primeiros 60 dias, quando iniciou uma política de austeridade, com cortes de portarias de alto valor e despesas que considerava desnecessárias à prefeitura.

De lá pra cá tem tido embates políticos com alguns vereadores, líderes de oposição e desafetos pessoais. Porém, conseguiu dar continuidade a vários projetos que estavam parados na prefeitura, entre eles, obras de asfaltamento e contenção de águas pluviais, e um concurso público.

Porém, sua política de austeridade tenha sido deixada de lado, pois atualmente a prefeitura tem mais de 600 portariados, 100 a mais do que a ex-prefeita Rosani Donadon.

Publicidade


PANDEMIA

Atualmente, o maior desafio enfrentado pelo alcaide vilhenense é a pandemia do coronavírus, que está deixando a sua administração de joelhos há pelo menos 105 dias.

Outro desafio será disputar a reeleição dentro desse cenário. Provavelmente no fim de pandemia, mas é certo que esta eleição será totalmente diferente. Nada de corpo a corpo.

Ontem o congresso praticamente oficializou que o pleito ocorrerá em novembro. Até lá, Eduardo Japonês tem menos do que 150 dias para mostrar serviço, antes da eleição.

No dia 31 de dezembro deste ano, o Japonês terá completado dois anos e seis meses no comando da cidade.

 

Comentários