Corpo do médico Luis Valdez vai ser cremado em cerimônia privada

Cremação foi a saída encontrada pela família para transladar o corpo para Vilhena.

3632
Luis Alberto Valdez Marquez atuava como endocrinologista e clínico geral.

O corpo do médico Luis Alberto Valdez Marquez que morreu nesta terça-feira, 11 de agosto, em decorrência das complicações da Covid-19 será cremado em Cuiabá. O veterano profissional do Hospital Regional de Vilhena estava internado em UTI do hospital São Mateus, na capital mato-grossense, desde o dia 24 de julho, com diagnóstico positivo para o novo coronavírus.

O anúncio da cremação foi repassado ao Vilhena Notícias por pessoas ligadas à família do médico. As cinzas serão trazidas para Vilhena, pela família.

Valdez tinha comorbidades e fazia parte do grupo de risco, o que favoreceu a evolução a doença.