Atoleiros dificultam passagem de veículos e prejudica escoamento da produção agrícola em Colorado; veja vídeos

As estradas rurais do município já foram classificadas por agricultores do Cone Sul com o status de ruim ou péssimas

1973
Atoleiro na Linha dois rumo escondido

As chuvas agravaram a situação nas estradas rurais de Colorado do Oeste e têm dificultado a passagem de veículos. A preocupação do setor produtivo é que a situação se agrave ainda mais e interrompa o escoamento da produção agrícola, que exerce papel importante na economia do município.

Sem condição de seguirem viagem em função da quantidade de atoleiros e buracos, os caminhoneiros e motoristas são obrigados a esperar por ajuda. A situação atinge principalmente trechos das linhas cinco, seis e dois, rumo escondido.

A reportagem ligou para a prefeitura do município, mas o secretário de Obras não foi encontrado.

Condições ruins
As estradas rurais do município já foram classificadas por agricultores do Cone Sul com o status de ruim ou péssimas.

Em setembro de 2019 o Ministério Público de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Colorado do Oeste, ingressou com ação civil pública para que o município de tomasse providências, imediatas, para reparos necessários na Linha 2, Rumo Colorado, um dos pontos mais críticos da área rural. A finalidade da ação era viabilizar a circulação dos veículos escolares, particulares e pedestres, e para posterior recuperação, de forma duradoura, especialmente nos trechos intrafegáveis. Na época o MP pediu ainda a aplicação de uma multa diária de R$ 5 mil contra o município, o prefeito e o secretário Municipal de Obras se descumprissem a ordem.