Após uma semana internada, morre servidora pública vítima de acidente em Vilhena

Luzia era servidora estatutária do município de Vilhena há 27 anos

14729
Luzia (à direita) era cozinheira do HR em Vilhena.

Morreu às 11h desta quarta-feira (18) vítima do acidente que ocorreu na semana passada na rotatória da BR-364 que dá acesso à Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, no bairro Jardim Eldorado, em Vilhena. Luzia Gonçalves Cruz, de 55 anos, estava internada no Hospital Regional de Cacoal.

Luzia estava de moto e bateu na lateral de um automóvel. Na colisão ela fraturou uma perna e foi socorrida em um veículo particular ao pronto-socorro do HR e depois de passar por avaliação médica, que constatou a necessidade de intervenção cirurgia, ela foi transferida para Cacoal. Segundo familiares, a causa da morte foi embolia pulmonar.

Luzia era servidora estatutária do município de Vilhena desde janeiro de 1992. Ela trabalhava na cozinha do Hospital Regional. Nas redes sociais, amigos e parentes têm prestado homenagens a ela.

O corpo da servidora deve ser trasladado para ser sepultado em Vilhena.

REGISTRO PÓS-MORTE

O acidente que provocou a morte da servidora foi registrado na delegacia de Polícia Civil nesta quarta-feira, às 14h. O pintor Luiz Carlos da Silva, que dirigia o carro envolvido no acidente, procurou a polícia depois que recebeu a notícia do falecimento da mulher. Em depoimento às autoridades, o pintor disse ter sido ele a pessoa que socorreu Luzia ao pronto-socorro do HR. Ele alegou ainda que quis acionar a polícia no dia do acidente, mas não o fez a pedido da própria Luzia, que não queria envolver polícia.

Agora a Polícia Civil deverá abrir um inquérito para apurar o caso.