Após fechada no trânsito homem faz ameaça com arma e acaba preso

5485

Uma simples fechada no trânsito resultou na discussão entre um motorista e um motociclista e acabou com a prisão de um deles por porte ilegal de arma de fogo. O episódio ocorreu na noite desta terça-feira (28), na avenida Major Amarante, área central de Vilhena.

Segundo consta no boletim de ocorrência, o piloto da moto foi fechado pelo motorista de uma caminhonete Nissan Frontier próximo ao semáforo da avenida Marques Henrique. Conforme a polícia, a discussão entre os envolvidos teve início quando o motoqueiro alcançou o carro e cobrou mais atenção do condutor do veículo, neste momento o motorista da pick-up levantou a camisa e mostrou um revólver para intimidar o motoqueiro. A vítima então se afastou, mas seguiu a distância o condutor e viu o momento em que ele estacionou em frente de uma farmácia e desembarcou com uma mulher e uma criança. O motoqueiro então acionou a Polícia Militar.

Na saída da farmácia, Marcos Aurélio dos Santos, motorista da caminhonete, foi abordado pelos policiais e em princípio negou que tivesse ameaçado o motoqueiro e disse ainda que tinha chegado à farmácia, a pé, porém, ele foi desmentido por imagens de câmeras de segurança do estabelecimento, que registraram o momento em que ele estacionou o veículo.

Perguntado sobre a arma que teria usado para intimidar o motoqueiro, Marcos negou estar portando qualquer arma de fogo, porém, foi mais uma vez desmentido. Um revólver calibre 38 carregado com cinco munições foi encontrado na bolsa da esposa dele. Segundo a PM, a arma tem registro, mas está em nome de um tio da mulher. A polícia confirmou ainda que Marcos possui antecedentes criminais, mas não revelou quais.

Diante dos fatos, ele foi preso por porte ilegal de arma de fogo e ameaça, sendo apresentado na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP), onde a arma ficou apreendida e o homem detido.