Ambulatório Covid-19 em Vilhena atende quase 600 pacientes em dois dias de funcionamento

Unidade centraliza atendimentos para suspeitos e confirmados do novo coronavírus na cidade

3468
Foto: Divulgação

Aberto nesta segunda-feira, o Ambulatório Covid-19, anexo ao CEV (Centro de Especialidades Vilhenense), atendeu 334 pacientes no seu primeiro dia de funcionamento e 262 no segundo, totalizando 596 pessoas. O local agora centraliza as consultas, dispensa de medicação, encaminhamentos para testes, emissão de atestados e pedidos de internação para casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus em Vilhena.

“Estamos fazendo nosso máximo para conter a segunda onda, no entanto, precisamos que a população lembre que apenas a prevenção de cada poderá frear a pandemia. Caso contrário, medidas mais drásticas serão necessárias para protegermos a vida da população, afinal, este é nosso dever último, como profissionais da Saúde e representantes do poder público”, explica o secretário municipal de Saúde, Afonso Emerick.

Os servidores têm orientado com frequência a todos os pacientes do local aquilo que já se sabe importante para evitar a contaminação: que mantenham o distanciamento no aguardo de atendimento no local. “As cadeiras de espera estão dispostas na posição correta e pedimos aos pacientes que não as movam e nem usem os assentos interditados. A prevenção depende de todos nós. A força de trabalho dos nossos servidores será mais bem aproveitada no combate à doença se eles não tiverem de investir seu tempo em alertar os cuidados básicos que já estão sendo divulgados há um ano”, comenta o coordenador da unidade, João de Castro.

Dezenas foram encaminhados para a Central de Atendimento à Covid-19 para atendimento especializado devido a seu quadro de saúde identificado no Ambulatório. O espaço tem quatro médicos que atendem das 7h às 19h, revezando no horário de almoço.

 

Fonte: Semcom/Vilhena