Agricultor pioneiro de Cerejeiras morre aos 71 anos

1792

Trabalhadores rurais de Cerejeiras e região estão em luto. Morreu hoje, aos 71 anos de idade, o agricultor Joaquim Borges Monteiro, pai do ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cerejeiras e Pimenteiras do Oeste, Divino Borges Monteiro.

Joaquim deu entrada por volta das 22h desta segunda-feira, 15 de fevereiro, na emergência do hospital municipal São Lucas em Cerejeiras, queixando-se de fortes dores abdominais. Ele recebeu atendimento e hoje de madrugada foi transferido em ambulância para Porto Velho, mas ao chegar na cidade de Cacoal a equipe médica que o acompanhava deu entrada no Hospital Regional para tentar reanimá-lo de uma parada cardiorrespiratória. Joaquim não resistiu e morreu na unidade cacoalense. Segundo familiares, a causa da morte foi insuficiência cardíaca agravada por hemorragia digestiva.

Joaquim é natural de São Luiz de Montes Belos, estado de Goiás, e chegou em Cerejeiras no ano de 1980, onde fixou morada na linha 1, 4º eixo. Ele deixa esposa, 5 filhos, 12 netos e 5 bisnetos. O corpo será sepultado hoje no fim da tarde, em Cerejeiras.

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cerejeiras e Pimenteiras do Oeste emite nota de pesar. (Veja.)

É com profundo pesar que o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Cerejeiras e Pimenteiras D’Oeste comunica a passagem para a vida Eterna do Sr. Joaquim Borges Monteiro ocorrido nesta madrugada (16/02/2021) vítima de hemorragia digestiva.

Prestamos nossa solidariedade à família neste momento de profunda dor e rogamos a Deus que conforte a todos (as).

A direção
Cerejeiras –RO 16 de fevereiro de 2021