2450

Advogado ativista político diz que Semagri de Vilhena é usada como “máquina de votos”

Em média o programa Porteira Adentro, citado pelo advogado, atende 70 produtores por mês, diz prefeitura

Foto: Reprodução

Em recente entrevista, o advogado e ativista político Caetano Neto engrossou o discurso e disse aos microfones da rádio comunitária Positiva FM de Vilhena, que a atual administração municipal usa a máquina pública para se auto-beneficiar. Neto, que é Presidente da Associação de Defesa dos Direitos da Cidadania (ADDC), acusa a gestão do Prefeito Eduardo Japonês de usar a Semagri (Secretaria Municipal De Agricultura) como instrumento para “fabricar votos”.

Sem apresentar qualquer comprovação das acusações, Caetano Neto disse que o chefe da Semagri usa o Programa Porteira Adentro para colocar o maquinário público em benefício de aliados políticos.

Ouça trecho do programa:

O QUE DIZ A PREFEITURA

A assessoria da Prefeitura de Vilhena reforça que Eduardo Toshiya Tsuru tem uma atividade econômica particular de sucesso no município e assumiu o cargo de prefeito como forma de retribuição ao que a cidade proporcionou a ele.

Publicidade


Em relação às acusações do advogado a assessoria diz que o “Programa Porteira Adentro” foi criado há vários anos, mas nunca tinha sido colocado em prática na cidade. “A atual administração, utilizando os maquinários que recebeu do governador Marcus Rocha (PSL) e emendas de parlamentares, além de máquinas da administração municipal, colocou o programa para funcionar como era promessa de campanha do prefeito”.

A Prefeitura reforça que o Porteira Adentro realiza vários serviços em prol de produtores rurais do município.  Em média, o programa atende 70 produtores por mês. “O foco da Secretaria é aumentar a produtividade dos pequenos agricultores”.

Comentários