A pedido dos evangélicos, vice-governador torna Marcha para Jesus patrimônio cultural de Rondônia

Evento denominado Marcha para Jesus será realizado anualmente no estado no mesmo dia de Corpus Christi.

2156
Marcha para Jesus em Porto Velho — Foto: Pedro Bentes/Arquivo/G1RO

A Marcha para Jesus agora é patrimônio cultural de Rondônia. O vice-governador José da Jodan, no exercício do cargo, sancionou a lei que torna o evento como patrimônio cultural do estado de Rondônia. A lei de n° 4.939 foi publicada em Diário Oficial (Diof) na edição de terça-feira (12) e já está em vigor.

De acordo com o governo, o evento denominado Marcha para Jesus será realizado anualmente no estado no mesmo dia de Corpus Christi.

Com a publicação da lei, a Marcha fica incluída no calendário cultural oficial de Rondônia a partir deste ano de 2021.

O projeto para criar a lei foi feito no ano passado, através do deputado Alex Silva, que atendeu um pedido da comunidade evangélica.

Marcha para Jesus nos anos anteriores

A Marcha para Jesus costumava ser realizada em Rondônia sempre em junho, mês em que ocorria a celebração ao Dia do Evangélico.

Em 2018, por exemplo, cerca de 100 mil pessoas prestigiaram o evento só na capital Porto Velho. No ano seguinte, em 2019, houve a 27ª edição do evento e novamente as ruas ficaram lotadas (veja fotos)

A Marcha para Jesus é conhecida por reunir pessoas de diversas denominações da fé cristã. São realizadas caminhadas, shows e orações de pastores evangélicos.

No ano de 2020, por conta da pandemia do coronavírus, o evento não foi realizado em Porto Velho.

 

Fonte: Com informações do G1