Invasores presos ontem, tinham bombas e revólver; garota de 23 anos faz parte do bando

Quadrilha responderá por pelo menos 4 crimes.

3848

De estilingue, passando por bombas de fabricação caseira a revólver. Essas foram algumas das armas presas com o grupo detido ontem, sexta-feira, 14 de maio, que faz parte da Liga dos Camponeses Pobres (LCP), que invadiu terras da fazenda Nossa Senhora Aparecida, em Chupinguaia.

O Vilhena Notícias publicou a detenção de quatro dos invasores, detidos quando cercaram uma viatura policial, num cerco do comboio que fazia o patrulhamento rotineiro da localidade.

No boletim de ocorrência, registrado na Unidade Integrada de Segurança Pública – Unisp – de Vilhena, consta que uma jovem de 23 anos, além de 3 homens de; 20, 27 e 31 anos, foram detidos e trazidos para prestarem depoimento. Eles responderam pelos crimes de depredação, esbulho possessório, associação criminosa, posse irregular de arma de fogo, tentativa de homicídio e emboscada.

Além dos já citados atos, o grupo vem tocando o terror nos proprietários das localidades, inclusive ameaçando de morte os que tentam transitar e realizar consertos nos desmontes que eles fazem.

Abaixo fotos dos objetos detidos junto com o grupo: